Conteúdo da página

Encontro Nacional de Dirigentes de ESA's debate ensino e gestão

segunda-feira,

A ESA Nacional iniciou a discussão para elaboração de seu Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI). O documento terá papel basilar no planejamento e gestão da ESA Nacional e das ESA’s estaduais. O debate sobre a criação do plano foi feito durante o XXVIII Encontro Nacional da Escola Superior de Advocacia Nacional e Escolas Superiores de Advocacia, realizado na tarde desta segunda-feira (19), de forma virtual, e reunindo os dirigentes e representantes de todas as Escolas Superiores de Advocacia das 27 seccionais da Ordem.

"Creio que a formalização de um Plano de Desenvolvimento Institucional é um passo muito importante e fundamental no sentido de colocar a estrutura da ESA Nacional em uma trajetória virtuosa pela qual sempre trabalhamos. Será uma referência contendo diretrizes pedagógicas, planos de ações, planejamento de estrutura organizacional, institucional e estratégico. Por meio dele, poderemos ainda estabelecer metas e avaliar o trabalho realizado, colocando a ESA Nacional em sintonia com as melhores práticas em ensino e gestão. O próprio debate periódico do plano e das metas ajudará a estabelecer ajustes e a manter a ESA moderna e vanguardista", disse o diretor-geral da ESA Nacional, Ronnie Preuss Duarte.

Outro tema discutido no encontro foi a proposta de reformulação da Política Nacional de Educação Continuada para a Advocacia. Aprovado pelo Conselho Federal em 2001, a proposta foi um dos pilares para a então recém-instituída ESA Nacional, que nascera dois anos antes, em 17 de agosto de 1999. Os dirigentes consideraram adequar o texto original aos novos desafios  para  a  advocacia, surgidos com fenômenos como processo eletrônico e inteligência artificial. "Sem dúvida será mais uma forma de modernizar a ESA Nacional", resumiu Duarte.

Ao longo do encontro foram debatidos ainda o projeto para criação e implementação do curso para iniciação na advocacia em todos os estados, a ampliação da abrangência e formas de integração do Programa Anuidade Zero com as ESA’s e a proposta de instituição de curso de formação de professores.